Salão de Banquetes da Presidência da República de Moçambique

  • Localização: Maputo, Moçambique
  • Solução: Edifícios
  • Tipo: Cívicos, sociais e religiosos
  • Arquitectura: José Forjaz Arquitectos
  • Cliente: Presidência da República de Moçambique
  • Âmbito: Fundações e estruturas, redes de drenagem e abastecimento de águas
  • Área: 2690m2
  • Projecto: 2009
  • Construção: 2010
  • Ver no Google Maps

Salão de Banquetes da Presidência da República de Moçambique

  • Localização: Maputo, Moçambique
  • Solução: Edifícios
  • Tipo: Cívicos, sociais e religiosos
  • Arquitectura: José Forjaz Arquitectos
  • Cliente: Presidência da República de Moçambique
  • Âmbito: Fundações e estruturas, redes de drenagem e abastecimento de águas
  • Área: 2690m2
  • Projecto: 2009
  • Construção: 2010
  • Ver no Google Maps

O Edifício para Salão de Banquetes construído para a Presidência da República de Moçambique, em Maputo, é constituído por uma ligação ao edifício existente na sua empena Sul, um salão principal para os banquetes ao centro, uma zona coberta exterior a Sul e Nascente, uma cozinha, e instalações sanitárias a Poente.

Apresenta uma dimensão máxima no sentido Nascente-Poente de 61m. Desenvolve-se em piso térreo e coberturas em forma curva elevadas a dois níveis distintos, uma para o salão de banquetes, a uma cota superior e, outra, para as restantes áreas, a uma cota inferior.

A sua estrutura resistente é toda em betão armado, adaptando-se às diferentes funcionalidades dos espaços que o edifício alberga. É constituída por lajes maciças fungiformes, de secção curva, com funcionamento de “cascas” (membrana e placa), apoiadas directamente em pilares ou paredes, com as dimensões necessárias para os vãos a vencer e as cargas a suportar.

Os pilares e as paredes, suportam as lajes e definem vãos máximos da ordem dos 18m no salão de banquetes e 9m nas restantes zonas. Localmente, nos alinhamentos fechados com parede na arquitectura, incorporam-se vigas, que além de apoiarem as coberturas, funcionam como tirantes e permitem contraventar os pilares no topo.

As paredes e pórticos, pela sua disposição e desenvolvimento, contraventam globalmente a estrutura nas duas direcções atrás definidas.

Outros projectos

Escola Profissional Agrícola Conde de São Bento

Escola Profissional Agrícola Conde de São Bento

Ver mais
APCL – Centro Dr. José de Azeredo Perdigão

APCL – Centro Dr. José de Azeredo Perdigão

Ver mais
Complexo Pedagógico da Universidade de Aveiro

Complexo Pedagógico da Universidade de Aveiro

Ver mais
Casa Santos Lima

Casa Santos Lima

Ver mais
Escola Secundária Rainha D. Amélia

Escola Secundária Rainha D. Amélia

Ver mais
Centro empresarial Living

Centro empresarial Living

Ver mais
Topo

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar a aceder a este website está a concordar com a utilização das mesmas. Para mais informações veja a nossa política de cookies.

Portugal 2020 / Compete 2020 / União Europeia - Fundo Europeu do Desenvolvimento Regional