Escola Secundária D. Dinis

  • Localização: Lisboa, Portugal
  • Solução: Edifícios
  • Tipo: Reabilitação, Educação
  • Arquitectura: Bak Gordon Arquitectos
  • Cliente: Parque Escolar
  • Âmbito: Fundações e estruturas, redes de drenagem e abastecimento de águas
  • Área: Reabilitação: 7850m2 Nova: 2520m2 Exteriores: 14254m2
  • Projecto: 2007
  • Construção: 2009
  • Fotografia: Fernando Guerra FG+SG
  • Construtor: Mota Engil
  • Ver no Google Maps

Escola Secundária D. Dinis

  • Localização: Lisboa, Portugal
  • Solução: Edifícios
  • Tipo: Reabilitação, Educação
  • Arquitectura: Bak Gordon Arquitectos
  • Cliente: Parque Escolar
  • Âmbito: Fundações e estruturas, redes de drenagem e abastecimento de águas
  • Área: Reabilitação: 7850m2 Nova: 2520m2 Exteriores: 14254m2
  • Projecto: 2007
  • Construção: 2009
  • Fotografia: Fernando Guerra FG+SG
  • Construtor: Mota Engil
  • Ver no Google Maps

O edifício original da Escola Secundária D. Dinis data de 1972, construído com base no Estudo Normalizado dos Liceus Tipo, desenvolvido pela Arq.ª Maria do Carmo Matos. A intervenção de modernização contemplou, não só a reparação das estruturas dos edifícios existentes, mas também a construção de um edifício novo, localizado no centro dos pavilhões existentes, ligando-os entre si, e que integra a entrada principal no complexo, biblioteca, áreas de docentes e salas de estudo. Previu-se ainda a ampliação do gimnodesportivo e o arranjo dos espaços exteriores, incluindo a construção de uma nova portaria, anexa ao PT e a uma área de lixos, e a construção de cobertos e muros de suporte.

O edifício novo é constituído por um corpo estrutural único. Apresenta piso térreo, um piso elevado parcial e respectiva cobertura. As fachadas e cobertura são constituídas por uma estrutura resistente formada por pórticos em estrutura metálica, em perfis H. Nas paredes das fachadas de alvenaria armada foram integradas madres de contraventamento em perfis UPE. A fachada exterior foi revestida por uma chapa ondulada em aço galvanizado. As madres de cobertura são perfis IPE, sobre os quais apoia uma chapa que inclui isolamento térmico e impermeabilização. As estruturas do piso 1 são em betão armado, totalmente independentes das estruturas metálicas de fachada e cobertura.

O pavilhão gimnodesportivo foi ampliado, numa nova ala lateral, a Sul, em toda a sua extensão. Criou-se um corpo independente do existente, ficando apenas ligados na cobertura, onde as novas treliças apoiam nos pilares existentes. Desenvolve-se em piso térreo, um piso elevado, coberturas parciais e cobertura geral inclinada. As estruturas do piso elevado são em betão armado, com uma laje fungiforme apoiada em pilares. Na cobertura, as estruturas são metálicas, semelhantes às existentes.

Outros projectos

Hotel Mamma Shelter

Hotel Mamma Shelter

Ver mais
Hotel Herdade da Cortesia

Hotel Herdade da Cortesia

Ver mais
Hotel Fontana Park

Hotel Fontana Park

Ver mais
Faculdade de Ciências Médicas – CEDOC e Biblioteca

Faculdade de Ciências Médicas – CEDOC e Biblioteca

Ver mais
Ombria Resort – Hotel Viceroy

Ombria Resort – Hotel Viceroy

Ver mais
Herdade do Esporão – Enoturismo e escritórios

Herdade do Esporão – Enoturismo e escritórios

Ver mais
Topo

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar a aceder a este website está a concordar com a utilização das mesmas. Para mais informações veja a nossa política de cookies.

Portugal 2020 / Compete 2020 / União Europeia - Fundo Europeu do Desenvolvimento Regional