Escola Secundária Henriques Nogueira

  • Localização: Torres Vedras, Portugal
  • Solução: Edifícios
  • Tipo: Reabilitação, Educação
  • Arquitectura: Sousa Santos Arquitectos
  • Cliente: Parque Escolar
  • Âmbito: Fundações e estruturas, escavação e contenção periférica, redes de drenagem e abastecimento de águas
  • Área: Reabilitação: 7437m2 Nova: 6803m2 Áreas Exteriores Cobertas: 1725m2
  • Projecto: 2009/2010
  • Construção: 2012
  • Fotografia: João Morgado, Sousa Santos e José Coelho
  • Construtor: Consórcio MRG+Joao Jacinto Tome+Tecniarte
  • Ver no Google Maps

Escola Secundária Henriques Nogueira

  • Localização: Torres Vedras, Portugal
  • Solução: Edifícios
  • Tipo: Reabilitação, Educação
  • Arquitectura: Sousa Santos Arquitectos
  • Cliente: Parque Escolar
  • Âmbito: Fundações e estruturas, escavação e contenção periférica, redes de drenagem e abastecimento de águas
  • Área: Reabilitação: 7437m2 Nova: 6803m2 Áreas Exteriores Cobertas: 1725m2
  • Projecto: 2009/2010
  • Construção: 2012
  • Fotografia: João Morgado, Sousa Santos e José Coelho
  • Construtor: Consórcio MRG+Joao Jacinto Tome+Tecniarte
  • Ver no Google Maps

O edifício original data dos anos 60 do séc. XX e está implantado em lote com cerca de 18.500m2. A intervenção no conjunto edificado consistiu no reforço estrutural, para a acção sísmica, dos edifícios existentes a preservar, designadamente, o edifício principal (bloco A) e o pavilhão gimnodesportivo (bloco C), e a sua ampliação com novas construções.

O reforço das estruturas existentes em betão armado foi realizado com a introdução de elementos laminares de parede, em betão armado, orientados segundo duas direcções ortogonais, implantados segundo os alinhamentos das estruturas porticadas existentes e, em geral, adjacentes aos pilares e inseridos em paredes divisórias. Quando não foi possível implantar estes reforços nos cantos e em fachadas, tendo em conta as fenestrações existentes, definimos soluções ao longo das paredes interiores. Fez-se ainda o encamisamento parcial dos pilares de fachada, em forma de “U”, a terminar nas faces laterais dos pilares dos pórticos transversais, imediatamente antes das caixilharias de fachadas. Os elementos de reforço são aferrolhados aos pilares existentes, de forma a garantir a passagem das armaduras longitudinais através das lajes e das vigas, para promover a continuidade destes elementos ao longo de toda a altura do edifício. As lajes maciças de esteira foram igualmente reforçadas através de lâminas de microbetão, pregadas às lajes existentes.

A ampliação consistiu na construção de 4 blocos novos, em estruturas de betão armado e betão armado pré-esforçado, cada um constituído por vários corpos estruturais, designadamente: o bloco B destinado a salas de aulas, laboratórios e oficinas; o bloco D que inclui a biblioteca, sala polivalente e serviços administrativos, e o bloco E, que comporta o campo polidesportivo e os balneários. No bloco C previu-se a adição de um novo corpo estrutural destinado a balneários, separado do antigo pavilhão gimnodesportivo por juntas de dilatação.

Outros projectos

Escola EB2.3/S Cunha Rivara

Escola EB2.3/S Cunha Rivara

Ver mais
Escola Superior de Arte e Design

Escola Superior de Arte e Design

Ver mais
Biblioteca e Arquivo Municipal de Vila do Porto

Biblioteca e Arquivo Municipal de Vila do Porto

Ver mais
Reabilitação do Edifício na R. Nova da Trindade 8

Reabilitação do Edifício na R. Nova da Trindade 8

Ver mais
Quinta do Lactário (Lotes F, G e H)

Quinta do Lactário (Lotes F, G e H)

Ver mais
Museu da Moeda

Museu da Moeda

Ver mais
Topo

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar a aceder a este website está a concordar com a utilização das mesmas. Para mais informações veja a nossa política de cookies.

Portugal 2020 / Compete 2020 / União Europeia - Fundo Europeu do Desenvolvimento Regional