Edifício Reynaldo dos Santos

  • Localização: Lisboa, Portugal
  • Solução: Edifícios
  • Tipo: Educação, Saúde, Indústria e tecnologia
  • Arquitectura: Gonçalo Byrne Arquitectos / BB Arquitectos
  • Cliente: Universidade de Lisboa
  • Âmbito: Fundações e estruturas
  • Área: 7500m2
  • Projecto: 2008
  • Construção: 2019
  • Fotografia: Tiago Casanova
  • Construtor: Cari Construtores
  • Ver no Google Maps

Edifício Reynaldo dos Santos

  • Localização: Lisboa, Portugal
  • Solução: Edifícios
  • Tipo: Educação, Saúde, Indústria e tecnologia
  • Arquitectura: Gonçalo Byrne Arquitectos / BB Arquitectos
  • Cliente: Universidade de Lisboa
  • Âmbito: Fundações e estruturas
  • Área: 7500m2
  • Projecto: 2008
  • Construção: 2019
  • Fotografia: Tiago Casanova
  • Construtor: Cari Construtores
  • Ver no Google Maps

O Edifício Reynaldo dos Santos pertence à Faculdade de Medicina de Lisboa, inserindo-se no Campus da Cidade Universitária, da Universidade de Lisboa, junto ao Hospital de Santa Maria, e destina-se ao ensino e investigação de carácter científico e laboratorial.

O edifício caracteriza-se por ser um volume único, formado por dois corpos deslizantes, unidos por um corredor interior. É composto por um piso enterrado, destinado a estacionamento, um piso à cota do exterior, 4 pisos elevados e cobertura.

As fachadas principais Norte e Sul seguem alinhamentos longitudinais curvos definindo duas concavidades opostas com ponto de inflexão no centro do edifício. As fachadas são integralmente porticadas em betão armado, com pilares recuados de modo a permitir a execução das alvenarias ao longo dos alçados, em toda a altura do edifício, deixando livre apenas os vãos de baixa altura, mas grande extensão horizontal. Estas fachadas, bem como os dois alinhamentos longitudinais interiores, projectam-se em consola para além das empenas Nascente e Poente, formando lâminas com a altura total do edifício. A limitação da deformação destas consolas é garantida através da colocação de perfis metálicos ao nível de cada piso, permitindo também um melhor comportamento das alvenarias destes painéis às acções horizontais.

A estrutura resistente é em betão armado, regra geral com lajes vigadas armadas entre pórticos transversais. Os pórticos são definidos pelos pilares das fachadas nos seus apoios de extremidade e por dois alinhamentos de pilares interiores. O travamento horizontal do edifício é garantido por dois núcleos de escadas e elevadores, formados por paredes transversais de betão armado.

Outros projectos

Montijo Retail Park – acréscimo de capacidade de carga

Montijo Retail Park – acréscimo de capacidade de carga

Ver mais
Casa na Costa do Castelo

Casa na Costa do Castelo

Ver mais
Museu da Moeda

Museu da Moeda

Ver mais
Biblioteca Municipal Luís de Camões

Biblioteca Municipal Luís de Camões

Ver mais
Centro comercial dos Olivais

Centro comercial dos Olivais

Ver mais
Laboratório de Referência para o Instituto Nacional de Saúde

Laboratório de Referência para o Instituto Nacional de Saúde

Ver mais
Topo

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar a aceder a este website está a concordar com a utilização das mesmas. Para mais informações veja a nossa política de cookies.

Portugal 2020 / Compete 2020 / União Europeia - Fundo Europeu do Desenvolvimento Regional