Centro das Artes Casa das Mudas

  • Localização: Calheta - Madeira, Portugal
  • Solução: Edifícios
  • Tipo: Arte, cultura e desporto
  • Promotor: Sociedade de Desenvolvimento Ponta do Oeste
  • Arquitectura: Paulo David, Arquitecto
  • Âmbito: Fundações e estruturas
  • Área: 15140m2
  • Projecto: 2002
  • Construção: 2003-2004
  • Fotografia: FG+SG | Fotografia de Arquitectura
  • Construtor: Concreto Plano
  • Ver no Google Maps

Centro das Artes Casa das Mudas

  • Localização: Calheta - Madeira, Portugal
  • Solução: Edifícios
  • Tipo: Arte, cultura e desporto
  • Promotor: Sociedade de Desenvolvimento Ponta do Oeste
  • Arquitectura: Paulo David, Arquitecto
  • Âmbito: Fundações e estruturas
  • Área: 15140m2
  • Projecto: 2002
  • Construção: 2003-2004
  • Fotografia: FG+SG | Fotografia de Arquitectura
  • Construtor: Concreto Plano
  • Ver no Google Maps

O Edifício encontra-se implantado nos terrenos adjacentes à Casa das Mudas, na zona alta da Calheta. A orografia do terreno caracteriza-se por uma modelação suave, adaptada aos terraços em redor da Casa, e por arribas de pendente muito acentuada, a sul e a nascente.

Quase toda a construção é enterrada, por forma a acompanhar e preservar esta orografia. O edifício desenvolve-se ao longo de um eixo longitudinal, orientado sensivelmente na direcção norte/sul, atingindo o limite de onde é possível construir. A planta do edifício tem a forma aproximada de dois rectângulos que se intersectam e se sobrepõem nos seus lados menores. O acesso principal efectua-se através de uma rampa que conduz a um pátio quadrado, a partir do qual se pode aceder aos diferentes espaços.

O edifício foi dividido em dois corpos estruturais. Num deles, ficam instaladas a biblioteca, duas salas de exposições, o auditório e palco, o “foyer” e átrios de acesso, e as zonas de armazém e cais de descarga. É caracterizado por estruturas de grandes vãos que permitem resolver, através de vigas pré-esforçadas, ou de paredes contínuas de betão armado, a generalidade das situações. O auditório tem capacidade para 238 lugares, e é dotado para diferentes usos: bailado, concertos e congressos. O espaço para biblioteca foi dividido em três pisos abertos, desenvolvidos em socalcos, com acesso à cobertura. O outro corpo destina-se ao estacionamento, armazém, sala de exposições e restaurante. As estruturas são em betão armado, ou betão armado pré-esforçado.

Para a Casa das Mudas, destinou-se a direcção e serviços administrativos, localizadas no piso superior. Criou-se um acesso por escadas para o estacionamento e ao pátio interior central do Centro de Artes.

O Edifício foi nomeado para o prémio Mies van der Rohe 2005.

Outros projectos

Biblioteca Municipal Luís de Camões

Biblioteca Municipal Luís de Camões

Ver mais
Igreja de Porto Salvo

Igreja de Porto Salvo

Ver mais
Largo Intendente 57

Largo Intendente 57

Ver mais
Fábrica de Rações no Lubango

Fábrica de Rações no Lubango

Ver mais
Ombria Resort – Hotel Viceroy

Ombria Resort – Hotel Viceroy

Ver mais
Xiluva Jardim

Xiluva Jardim

Ver mais
Topo

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar a aceder a este website está a concordar com a utilização das mesmas. Para mais informações veja a nossa política de cookies.

Portugal 2020 / Compete 2020 / União Europeia - Fundo Europeu do Desenvolvimento Regional