Centro de congressos do Arade

  • Localização: Lagoa, Portugal
  • Solução: Edifícios
  • Tipo: Arte, cultura e desporto
  • Arquitectura: Miguel Arruda, Arquitectos
  • Cliente: Sociedade Pavilhão Multiusos do Arade, SA
  • Âmbito: Fundações e estruturas, redes de drenagem e abastecimento de águas
  • Área: 16000m2
  • Projecto: 2002
  • Construção: 2007
  • Ver no Google Maps

Centro de congressos do Arade

  • Localização: Lagoa, Portugal
  • Solução: Edifícios
  • Tipo: Arte, cultura e desporto
  • Arquitectura: Miguel Arruda, Arquitectos
  • Cliente: Sociedade Pavilhão Multiusos do Arade, SA
  • Âmbito: Fundações e estruturas, redes de drenagem e abastecimento de águas
  • Área: 16000m2
  • Projecto: 2002
  • Construção: 2007
  • Ver no Google Maps

O Centro de congressos do Arade foi construído no local de implantação de uma antiga fábrica conserveira, junto ao Rio Arade, demolida para o efeito, tendo-se preservado e integrado a chaminé.

O conjunto do Pavilhão do Arade apresenta-se dividido em dois corpos estruturais, constituindo uma Zona de Exposições e um Auditório com 1100 lugares, separados por junta de dilatação. As fachadas ventiladas, de policarbonatos, incluindo iluminação interior por leds, são elementos marcantes deste conjunto edificado.

O corpo do Auditório é composto por 3 volumes que constituem a Sala de Espectáculos e Foyers, a Caixa de Palco, a zona Técnica, a zona Administrativa e das Salas de Ensaios e o Restaurante. É constituído por estruturas parede de betão armado, definindo o limite da Sala de Espectáculos e da Caixa de Palco. Os pavimentos, em betão armado, são constituídos por lajes vigadas maciças e/ou lajes fungiformes maciças ou aligeiradas. A cobertura da Sala de Espectáculos é assegurada por asnas metálicas, que vencem os vãos entre as paredes transversais do Auditório.

A Caixa de Palco, com paredes periféricas em betão armado, alberga um conjunto de estruturas metálicas, e a estrutura de suporte destes elementos é constituída por treliças metálicas que vencem o vão entre as paredes da boca de cena e a parede de fundo do palco.

A Zona de Exposições é constituída por uma estrutura porticada metálica, com pórticos cujas travessas são constituídas por asnas ou treliças metálicas de alturas variáveis, apoiadas em montantes metálicos.

Dada a proximidade do rio, durante a execução da obra houve necessidade de criar um sistema de drenagem e rebaixamento do nível freático, para permitir realizar a escavação e as fundações nos terrenos aluvionares.

Outros projectos

Xiluva Jardim

Xiluva Jardim

Ver mais
Palácio da Justiça do Barreiro

Palácio da Justiça do Barreiro

Ver mais
Sky ESCOM

Sky ESCOM

Ver mais
Retail Park Matosinhos

Retail Park Matosinhos

Ver mais
JFS Corporate Tower

JFS Corporate Tower

Ver mais
Laboratório de Referência para o Instituto Nacional de Saúde

Laboratório de Referência para o Instituto Nacional de Saúde

Ver mais
Topo

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar a aceder a este website está a concordar com a utilização das mesmas. Para mais informações veja a nossa política de cookies.

Portugal 2020 / Compete 2020 / União Europeia - Fundo Europeu do Desenvolvimento Regional