Graça Residences

  • Localização: Lisboa, Portugal
  • Solução: Edifícios, Geotecnia
  • Tipo: Projectos geotécnicos, Habitação
  • Promotor: OCM-ECP/ Graça – Imobiliária
  • Arquitectura: Frederico Valsassina Arquitectos
  • Âmbito: Fundações e estruturas, demolições e contenção de fachada, escavação e contenção periférica
  • Área: 11100m2
  • Projecto: 2017
  • Construção: 2020
  • Fotografia: Teixeira Duarte
  • Construtor: Teixeira Duarte
  • Ver no Google Maps

Graça Residences

  • Localização: Lisboa, Portugal
  • Solução: Edifícios, Geotecnia
  • Tipo: Projectos geotécnicos, Habitação
  • Promotor: OCM-ECP/ Graça – Imobiliária
  • Arquitectura: Frederico Valsassina Arquitectos
  • Âmbito: Fundações e estruturas, demolições e contenção de fachada, escavação e contenção periférica
  • Área: 11100m2
  • Projecto: 2017
  • Construção: 2020
  • Fotografia: Teixeira Duarte
  • Construtor: Teixeira Duarte
  • Ver no Google Maps

O Graça Residences surge em pleno bairro da Graça, por onde continua a passar o pitoresco eléctrico 28, num lote anteriormente ocupado por edifícios devolutos, e que foram integralmente demolidos, com excepção da preservação das fachadas viradas para a Rua Angelina Vidal.

O novo complexo residencial é composto por um conjunto de 3 edifícios, que correspondem a 3 blocos estruturais, de 4 a 6 pisos acima do nível térreo, com 1 piso enterrado e um semienterrado, que albergam as arrecadações e o estacionamento. À oferta residencial juntam-se ainda 3 espaços comerciais.

As estruturas são porticadas, em betão armado, com lajes fungiformes aligeiradas. Todos os blocos têm a cobertura amansardada, para aproveitamento do piso do sótão, executada em estrutura metálica, para melhor se acomodar à sua geometria – de águas quebradas e profusamente fenestradas nas águas sub-verticais – e à redução do número de apoios interiores que a divisão da área dos sótãos, por ser muito diferente da dos pisos subjacentes, obriga. Os blocos são todos unidos ao nível dos pisos enterrados (-2 e -1), sendo a ligação entre dois deles feita através de um túnel, com 5.8 m de largura.

As escavações foram executadas ao abrigo de uma contenção periférica. As fundações são directas, por sapatas.

Outros projectos

Arsenal 108

Arsenal 108

Ver mais
Adega da Quinta dos Murças

Adega da Quinta dos Murças

Ver mais
Torre do Relógio da Amareleja

Torre do Relógio da Amareleja

Ver mais
Casa na Costa do Castelo

Casa na Costa do Castelo

Ver mais
Santa Catarina Condomínio Privado

Santa Catarina Condomínio Privado

Ver mais
Restauradores 72

Restauradores 72

Ver mais
Topo

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar a aceder a este website está a concordar com a utilização das mesmas. Para mais informações veja a nossa política de cookies.

Portugal 2020 / Compete 2020 / União Europeia - Fundo Europeu do Desenvolvimento Regional