Escola Secundária da Amora

  • Localização: Amora, Portugal
  • Solução: Edifícios
  • Tipo: Reabilitação, Educação
  • Arquitectura: Bak Gordon Arquitectos
  • Cliente: Parque Escolar
  • Âmbito: Fundações e estruturas
  • Área: 34511m2
  • Projecto: 2008/2009
  • Construção: 2011
  • Fotografia: FG+SG fotografia de arquitectura
  • Construtor: Opway Engenharia
  • Ver no Google Maps

Escola Secundária da Amora

  • Localização: Amora, Portugal
  • Solução: Edifícios
  • Tipo: Reabilitação, Educação
  • Arquitectura: Bak Gordon Arquitectos
  • Cliente: Parque Escolar
  • Âmbito: Fundações e estruturas
  • Área: 34511m2
  • Projecto: 2008/2009
  • Construção: 2011
  • Fotografia: FG+SG fotografia de arquitectura
  • Construtor: Opway Engenharia
  • Ver no Google Maps

A Escola Secundária da Amora é constituída por seis edifícios independentes (A a F) e um pavilhão gimnodesportivo (G), em estrutura de betão armado, datando a construção original dos anos setenta.

O pavilhão A e o gimnodesportivo foram sujeitos a intervenções estruturais significativas, propondo-se a sua ampliação. Os restantes pavilhões foram apenas alvo da substituição das coberturas, bem como a reparação dos danos estruturais e correcção de patologias.

No pavilhão A, partiu-se do edifício central existente e, aproveitando duas áreas vazias, este foi complementado e ampliado com uma biblioteca e um auditório, no seguimento de diversas demolições. As estruturas a manter foram ampliadas em mais um piso, por prolongamento dos pilares de betão armado, que se admitiram ser necessários para apoiar a estrutura da cobertura, constituída por vigas de betão no contorno e por vigas metálicas no interior.

A intervenção no pavilhão gimnodesportivo consistiu na demolição da área a nordeste da zona desportiva propriamente dita, para construção de um volume de dois pisos, onde se localizam os balneários e salas de apoio às actividades desportivas. A nova construção é em betão armado, com piso térreo, um piso elevado e cobertura.

As ligações entre os edifícios foram conseguidas através de uma galeria exterior coberta, constituída por uma pala em betão armado que envolve toda a periferia do pavilhão A, estendendo-se aos restantes corpos.

As fundações são indirectas por micro-estacas.

Outros projectos

Miguel Lupi 30

Miguel Lupi 30

Ver mais
Centro Cultural de Cascais

Centro Cultural de Cascais

Ver mais
Escola EB1/JI Gomes Freire de Andrade

Escola EB1/JI Gomes Freire de Andrade

Ver mais
Adega da Quinta dos Murças

Adega da Quinta dos Murças

Ver mais
Sede do Banco Mais (actualmente Cofidis)

Sede do Banco Mais (actualmente Cofidis)

Ver mais
Palácio da Justiça de Sintra

Palácio da Justiça de Sintra

Ver mais
Topo

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar a aceder a este website está a concordar com a utilização das mesmas. Para mais informações veja a nossa política de cookies.

Portugal 2020 / Compete 2020 / União Europeia - Fundo Europeu do Desenvolvimento Regional