Ponte pedonal na Guarda

  • Localização: Guarda, Portugal
  • Solução: Obras de Arte
  • Tipo: Passagens pedonais e elevadores públicos
  • Promotor: Infraestruturas de Portugal SA (ex-ESTRADAS DE PORTUGAL E.P.E.)
  • Cliente: Infraestruturas de Portugal SA (ex-ESTRADAS DE PORTUGAL E.P.E.)
  • Âmbito: Projecto de Estruturas, Arquitectura, Ensaios Dinâmicos.
  • Área: 373.5 m2 de tabuleiro
  • Projecto: 2003/2005
  • Construção: 2006/2007
  • Construtor: Abrantina
  • Dimensão: 124.50m de extensão, 92m vão máximo
  • Ver no Google Maps

Ponte pedonal na Guarda

  • Localização: Guarda, Portugal
  • Solução: Obras de Arte
  • Tipo: Passagens pedonais e elevadores públicos
  • Promotor: Infraestruturas de Portugal SA (ex-ESTRADAS DE PORTUGAL E.P.E.)
  • Cliente: Infraestruturas de Portugal SA (ex-ESTRADAS DE PORTUGAL E.P.E.)
  • Âmbito: Projecto de Estruturas, Arquitectura, Ensaios Dinâmicos.
  • Área: 373.5 m2 de tabuleiro
  • Projecto: 2003/2005
  • Construção: 2006/2007
  • Construtor: Abrantina
  • Dimensão: 124.50m de extensão, 92m vão máximo
  • Ver no Google Maps

A ponte pedonal da Guarda permite o acesso à Escola C+S da Guarda e transpõe a via rápida circular Via de Cintura Externa da Guarda (VICEG).

O espaço público de acesso foi pensado através da articulação de quatro vertentes: da forma, da utilização, da natureza dos materiais e, finalmente, da dimensão simbólica que decorre do desenho das superfícies e da expressão plástica da construção.

A passagem de peões é essencialmente constituída por um tabuleiro em grelha metálica com laje de betão e 3.0m de largura útil que é suspenso na zona central através de 2 arcos semi-paralelos. A relação flecha/vão dos arcos é de 18/92. O sistema de suspensão do tabuleiro forma dois planos, cada um com cruzamento dos pendurais num sistema triangulado com inclinações longitudinais variáveis.

A intervenção arquitectónica ao nível da definição das rampas e da envolvente de acesso à ponte pedonal ditou-lhe um carácter de edificação, com fachadas voltadas a Sul e a Este numa conjugação de pedra aparelhada em granito com elementos metálicos, tentando conciliar o elemento regional com um elemento de modernidade e, simultaneamente, criar uma relação de referência com a vizinha Estação da CP.

Após a construção foi realizado um ensaio dinâmico para suportar a implementação de um sistema de controlo de vibrações e ajustar o nível de conforto pedonal através de dispositivos amortecedores de massa sintonizados (MAS ou TMD Tunned Mass Dampers).

Outros projectos

Ponte de Penacova sobre o rio Mondego

Ponte de Penacova sobre o rio Mondego

Ver mais
Ponte pedonal sobre o rio Sizandro em Torres Vedras

Ponte pedonal sobre o rio Sizandro em Torres Vedras

Ver mais
Passagem Pedonal na sede da Companhia de Seguros Bonança

Passagem Pedonal na sede da Companhia de Seguros Bonança

Ver mais
PONTE B35 sobre o Rio Rivi Rivi, Malawi

PONTE B35 sobre o Rio Rivi Rivi, Malawi

Ver mais
Substituição da Ponte ao pk50+200 da Linha de Ressano Garcia

Substituição da Ponte ao pk50+200 da Linha de Ressano Garcia

Ver mais
Substituição da Ponte ao pk74+100 da Linha de Ressano Garcia

Substituição da Ponte ao pk74+100 da Linha de Ressano Garcia

Ver mais
Topo

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar a aceder a este website está a concordar com a utilização das mesmas. Para mais informações veja a nossa política de cookies.

Portugal 2020 / Compete 2020 / União Europeia - Fundo Europeu do Desenvolvimento Regional