Ponte sobre o rio Caldo na albufeira da Caniçada

  • Localização: Gerês, Portugal
  • Solução: Obras de Arte, Gestão de Activos
  • Tipo: Pontes rodoviárias, Reabilitação
  • Promotor: Infraestruturas de Portugal SA (ex- EP – ESTRADAS DE PORTUGAL, E.P.E.)
  • Cliente: Infraestruturas de Portugal SA (ex- EP – ESTRADAS DE PORTUGAL, E.P.E.)
  • Âmbito: Projecto de Estruturas e Reabilitação, Inspecções Principais e Subaquáticas, Avaliação de Segurança, Mapeamento de Anomalias e Ensaios aos Materiais
  • Área: 1 691.5 m2 de tabuleiro
  • Projecto: 2005/2006
  • Construção: 2009
  • Fotografia: Teixeira Duarte
  • Construtor: Teixeira Duarte
  • Dimensão: 199 m de extensão, 23m vão máximo, 70m pilar mais elevado
  • Ver no Google Maps

Ponte sobre o rio Caldo na albufeira da Caniçada

  • Localização: Gerês, Portugal
  • Solução: Obras de Arte, Gestão de Activos
  • Tipo: Pontes rodoviárias, Reabilitação
  • Promotor: Infraestruturas de Portugal SA (ex- EP – ESTRADAS DE PORTUGAL, E.P.E.)
  • Cliente: Infraestruturas de Portugal SA (ex- EP – ESTRADAS DE PORTUGAL, E.P.E.)
  • Âmbito: Projecto de Estruturas e Reabilitação, Inspecções Principais e Subaquáticas, Avaliação de Segurança, Mapeamento de Anomalias e Ensaios aos Materiais
  • Área: 1 691.5 m2 de tabuleiro
  • Projecto: 2005/2006
  • Construção: 2009
  • Fotografia: Teixeira Duarte
  • Construtor: Teixeira Duarte
  • Dimensão: 199 m de extensão, 23m vão máximo, 70m pilar mais elevado
  • Ver no Google Maps

A ponte sobre o Rio Caldo data de 1954 e é um projecto do Eng.º Edgar Cardoso. Permite o acesso ao Parque Nacional Peneda-Gerês, substituindo as antigas pontes em granito, no fundo do vale dos Rios Cávado e Caldo, que ficaram submersas após a construção da barragem e a formação da albufeira da Caniçada. A região onde se encontra a obra caracteriza-se por intensa pluviosidade anual e humidade elevada.

A travessia tem uma modelação de vãos de 19m+7x23m+19 m = 199m, realizados por intermédio de pilares de granito de grande altura (máx.70m).

A plataforma de betão armado assenta numa estrutura de tabuleiro com inércia variável realizada por vigas contínuas em arco abatido. Os pilares são vazados e foram realizados em alvenaria de pedra em granito. Estão dotados de orifícios que permitem o equilíbrio do nível de água e da pressão hidrostática no interior e exterior do pilar. Os aparelhos de apoio são pêndulos de betão de rótula aberta ferrolhados.

A obra apresentava anomalias nos aparelhos de apoio, deformação excessiva e plastificação de armaduras, corrosão de armaduras, delaminação de betão, recobrimentos reduzidos, fendilhação estrutural no fecho dos arcos e nas nascenças.

A intervenção de reforço do tabuleiro consistiu na aplicação de pré-esforço exterior (reforço activo) no banzo superior das vigas e ancorado junto aos encontros, num sistema que evitou demolições e interdições prolongadas de tráfego para acesso ao Gerês. As vigas foram reforçadas com fibras de carbono e chapas de aço nas nascenças dos arcos e nas diagonais.

Outros projectos

Ponte pedonal na Guarda

Ponte pedonal na Guarda

Ver mais
Reabilitação das Passagens Superiores Pedonais na Gare do Oriente

Reabilitação das Passagens Superiores Pedonais na Gare do Oriente

Ver mais
Elevador do Jardim Público da Covilhã

Elevador do Jardim Público da Covilhã

Ver mais
Passagem Pedonal na sede da Companhia de Seguros Bonança

Passagem Pedonal na sede da Companhia de Seguros Bonança

Ver mais
Concessão Túnel do Marão

Concessão Túnel do Marão

Ver mais
PONTE B35 sobre o Rio Rivi Rivi, Malawi

PONTE B35 sobre o Rio Rivi Rivi, Malawi

Ver mais
Topo

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar a aceder a este website está a concordar com a utilização das mesmas. Para mais informações veja a nossa política de cookies.

Portugal 2020 / Compete 2020 / União Europeia - Fundo Europeu do Desenvolvimento Regional