Elevador do Jardim Público da Covilhã

  • Localização: Covilhã, Portugal
  • Solução: Obras de Arte, Geotecnia, Infraestruturas e Transportes
  • Tipo: Passagens pedonais e elevadores públicos, Projectos geotécnicos, Urbanismo, ambiente e espaços públicos
  • Arquitectura: Arpas
  • Cliente: Câmara Municipal da Covilhã
  • Âmbito: Fundações e estruturas, redes de drenagem e abastecimento de águas, estrutura de contenção
  • Projecto: 2010/2011
  • Construção: 2015
  • Fotografia: Liftech / ARPAS
  • Ver no Google Maps

Elevador do Jardim Público da Covilhã

  • Localização: Covilhã, Portugal
  • Solução: Obras de Arte, Geotecnia, Infraestruturas e Transportes
  • Tipo: Passagens pedonais e elevadores públicos, Projectos geotécnicos, Urbanismo, ambiente e espaços públicos
  • Arquitectura: Arpas
  • Cliente: Câmara Municipal da Covilhã
  • Âmbito: Fundações e estruturas, redes de drenagem e abastecimento de águas, estrutura de contenção
  • Projecto: 2010/2011
  • Construção: 2015
  • Fotografia: Liftech / ARPAS
  • Ver no Google Maps

A intervenção destina-se a estabelecer a ligação entre o Jardim Público, à cota 664.12, e o Largo da Av.ª Marquês de Ávila e Bolama, junto à nova ponte sobre a Ribeira da Carpinteira, à cota 620.00, através de dois passadiços de peões e dois elevadores verticais, implantados segundo um alinhamento recto. Os passadiços pedonais são estruturas metálicas autoportantes, lançadas entre os encontros perdidos nas plataformas superiores e os núcleos de betão armado que constituem as caixas dos ascensores, sendo os contraventamentos assegurados por travessas e diagonais em perfilados metálicos. No caso do passadiço mais baixo, para redução do vão livre, introduziu-se um pilar-parede, com secção transversal de 3.0mx0.4m, implantado numa plataforma intermédia.

O primeiro passadiço de peões, tem cerca de 15.95m de vão e o segundo passadiço vence um primeiro vão de 24.16m, até ao pilar-parede intermédio e, um segundo vão, com 18.22m.

Para suporte das terras no tardoz da garagem, permitindo a implantação da plataforma à cota 620.00, previu-se a execução de uma parede de contenção, do tipo Berlim, com duas fiadas de ancoragens definitivas.

Outros projectos

Subconcessão Litoral Oeste

Subconcessão Litoral Oeste

Ver mais
Ponte ferroviária de D. Ana sobre o rio Zambeze

Ponte ferroviária de D. Ana sobre o rio Zambeze

Ver mais
Reabilitação de 16 pontes no troço entre Limbe e Nkaya no Malawi

Reabilitação de 16 pontes no troço entre Limbe e Nkaya no Malawi

Ver mais
Reabilitação e Reconversão da Ponte da Portela sobre o Rio Mondego

Reabilitação e Reconversão da Ponte da Portela sobre o Rio Mondego

Ver mais
Substituição da Ponte ao pk74+100 da Linha de Ressano Garcia

Substituição da Ponte ao pk74+100 da Linha de Ressano Garcia

Ver mais
Nova ponte ferroviária sobre o rio Umbeluzi

Nova ponte ferroviária sobre o rio Umbeluzi

Ver mais
Topo

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar a aceder a este website está a concordar com a utilização das mesmas. Para mais informações veja a nossa política de cookies.

Portugal 2020 / Compete 2020 / União Europeia - Fundo Europeu do Desenvolvimento Regional