Urbanização Parque Rio

  • Localização: Lisboa, Portugal
  • Solução: Edifícios
  • Tipo: Habitação
  • Promotor: Portas de Lisboa, S.A.
  • Arquitectura: Arkibyo, Arquitectura e Urbanismo
  • Âmbito: Fundações e estruturas, redes de drenagem e abastecimento de águas
  • Área: 80000m2
  • Projecto: 2004
  • Construção: 2009
  • Fotografia: Rodrigo Cabral
  • Construtor: DDC - DICODULIMAR S.A. e CONSTRUCTORA SAN JOSÉ
  • Ver no Google Maps

Urbanização Parque Rio

  • Localização: Lisboa, Portugal
  • Solução: Edifícios
  • Tipo: Habitação
  • Promotor: Portas de Lisboa, S.A.
  • Arquitectura: Arkibyo, Arquitectura e Urbanismo
  • Âmbito: Fundações e estruturas, redes de drenagem e abastecimento de águas
  • Área: 80000m2
  • Projecto: 2004
  • Construção: 2009
  • Fotografia: Rodrigo Cabral
  • Construtor: DDC - DICODULIMAR S.A. e CONSTRUCTORA SAN JOSÉ
  • Ver no Google Maps

O empreendimento, localizado nas parcelas 5.02 a 5.04 do Parque das Nações, é constituído por um conjunto de 9 edifícios, 3 por cada parcela, destinados a habitação, comércio e a parqueamento automóvel.

Do ponto de vista estrutural os edifícios são em geral de betão armado, constituídos por uma malha ortogonal de pilares e paredes que dão apoio a lajes fungiformes maciças ou aligeiradas, consoante os vãos a vencer. Uma vez que a implantação da cave coincide com o limite do lote, a execução das paredes foi realizada recorrendo a uma contenção periférica por paredes moldadas. As fundações são indirectas por estacas.

A forma dos edifícios adapta-se ao comprimento do lote e, por isso, o seu desenvolvimento no sentido poente- nascente é variável. Cada edifício divide-se em 4 corpos estruturais, designados pelas letras A a D, sendo que nos edifícios de maior comprimento, o corpo B pode estar dividido em 2 ou 3 e, o corpo D, em 2.
O corpo A tem no total 4 pisos: uma cave, piso térreo e dois pisos elevados. A cave, designada por piso -1, destina-se a estacionamento; os pisos 0 e 1 são de comércio e o piso 2 constitui já a cobertura. O corpo B tem 8 pisos, em que o piso -2 destina-se a arrecadações, os pisos -1 e 0 destinam-se a estacionamento, os pisos 1 a 4 são de habitação e o piso 5 é a cobertura em terraço. O corpo C é uma torre, variando o número de pisos entre 8 e 12 pisos elevados para habitação mais um de cobertura, sendo o piso 0 de comércio e a cave destinada a arrecadações. Neste corpo, uma particularidade obriga à adopção de uma solução estrutural diferente dos restantes edifícios, dado que a estrutura a partir do piso 1 balança cerca de quatro metros para Norte e para Sul e cerca de 1.6 m para Nascente. Recorreu-se, por isso, a uma laje pré-esforçada fungiforme aligeirada, apoiada em pilares rectangulares com secções variáveis em altura. O corpo D tem 3 pisos no total, sendo os piso -1 e 0 para estacionamento e o piso 1 um terraço acessível.

Outros projectos

Heron Castilho

Heron Castilho

Ver mais
Escola Secundária Padre Alberto Neto

Escola Secundária Padre Alberto Neto

Ver mais
Escola Secundária António Damásio

Escola Secundária António Damásio

Ver mais
Centro de Artes de Sines e Biblioteca Municipal

Centro de Artes de Sines e Biblioteca Municipal

Ver mais
Sede do BCI

Sede do BCI

Ver mais
CEIIA

CEIIA

Ver mais
Topo

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar a aceder a este website está a concordar com a utilização das mesmas. Para mais informações veja a nossa política de cookies.

Portugal 2020 / Compete 2020 / União Europeia - Fundo Europeu do Desenvolvimento Regional