Teatro Municipal de Faro

  • Localização: Faro, Portugal
  • Solução: Edifícios, Geotecnia
  • Tipo: Projectos geotécnicos, Arte, cultura e desporto
  • Arquitectura: Gonçalo Byrne Arquitectos
  • Cliente: Câmara Municipal de Faro
  • Âmbito: Fundações e estruturas, escavação e contenção periférica
  • Área: 8000m2
  • Projecto: 2001
  • Construção: 2003-2005
  • Fotografia: Daniel Malhão
  • Ver no Google Maps

Teatro Municipal de Faro

  • Localização: Faro, Portugal
  • Solução: Edifícios, Geotecnia
  • Tipo: Projectos geotécnicos, Arte, cultura e desporto
  • Arquitectura: Gonçalo Byrne Arquitectos
  • Cliente: Câmara Municipal de Faro
  • Âmbito: Fundações e estruturas, escavação e contenção periférica
  • Área: 8000m2
  • Projecto: 2001
  • Construção: 2003-2005
  • Fotografia: Daniel Malhão
  • Ver no Google Maps

O Teatro das Figuras é um edifício contemporâneo e uma das mais importantes salas de espectáculos do Algarve, com uma capacidade de 782 lugares, preparado para acolher diversos tipos de espectáculos e eventos.

Assume-se como um volume monolítico, de grande escala, constituído por duas caves técnicas, um piso térreo envidraçado em todo o seu perímetro, 5 pisos elevados e cobertura.

Dispõe de um isolamento acústico de base, com interposição de matérias elastoméricos em todos os contactos do edifício na fundação e nos muros laterais, com a finalidade de isolar o edifício dos ruídos exteriores resultantes da sua proximidade à linha de caminho de ferro.

Por razões que se prendem com as suas dimensões e também com a necessidade de isolar acusticamente as diversas áreas do edifício, apresenta-se dividido em três corpos estruturais distintos, designados de A, B e C.

O corpo A é delimitado pela área do palco de fundo, que se situa no piso térreo, ocupando a sua quase totalidade. Com cerca de 10 m de pé-direito livre, constitui um vazado ao nível geral dos pisos 1 e 2. Os pisos 3 a 5 são destinados aos camarins e áreas de convívio de artistas. O corpo B comporta o palco principal e o grande auditório. O corpo C, o mais pequeno do edifício, é constituído por apenas três pisos, e nele funcionam o foyer e entrada principal do Teatro.

A solução de escavação previu taludes pregados e well points para rebaixamento do nível freático.

Outros projectos

Remodelação no Teatro Tivoli BBVA

Remodelação no Teatro Tivoli BBVA

Ver mais
Escola EB2.3/S Cunha Rivara

Escola EB2.3/S Cunha Rivara

Ver mais
Empreendimento Jardins São Bartolomeu

Empreendimento Jardins São Bartolomeu

Ver mais
Kings Tower

Kings Tower

Ver mais
Edifício Sede do Grupo Editorial LEYA

Edifício Sede do Grupo Editorial LEYA

Ver mais
Centro de Artes de Sines e Biblioteca Municipal

Centro de Artes de Sines e Biblioteca Municipal

Ver mais
Topo

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar a aceder a este website está a concordar com a utilização das mesmas. Para mais informações veja a nossa política de cookies.

Portugal 2020 / Compete 2020 / União Europeia - Fundo Europeu do Desenvolvimento Regional