Escola Secundária Conde de Monsaraz

  • Localização: Reguengos de Monsaraz, Portugal
  • Solução: Edifícios
  • Tipo: Reabilitação, Educação
  • Arquitectura: Alexandre Marques Pereira Arquitecto
  • Cliente: Parque Escolar
  • Âmbito: Fundações e estruturas, redes de drenagem e abastecimento de águas
  • Área: Reabilitação: 5200m2 Nova: 6700m2
  • Projecto: 2009-2010
  • Construção: 2012
  • Fotografia: João Morgado
  • Construtor: Opway Engenharia
  • Ver no Google Maps

Escola Secundária Conde de Monsaraz

  • Localização: Reguengos de Monsaraz, Portugal
  • Solução: Edifícios
  • Tipo: Reabilitação, Educação
  • Arquitectura: Alexandre Marques Pereira Arquitecto
  • Cliente: Parque Escolar
  • Âmbito: Fundações e estruturas, redes de drenagem e abastecimento de águas
  • Área: Reabilitação: 5200m2 Nova: 6700m2
  • Projecto: 2009-2010
  • Construção: 2012
  • Fotografia: João Morgado
  • Construtor: Opway Engenharia
  • Ver no Google Maps

O conjunto edificado original data dos anos 80, e é constituído por 3 blocos distintos e um polidesportivo, formados, na generalidade, por estruturas porticadas em betão armado. A intervenção, inserida no âmbito do programa de reconversão de escolas e edifícios de ensino, promovido pela Parque Escolar, pautou-se pela construção de 4 novos blocos e a ampliação de um bloco existente que, a par da remodelação do restante edificado, dotou a escola de núcleos destinados às aulas de ciências e tecnologias, artes, oficinas, centro novas oportunidades, biblioteca/sala polivalente, área social/ restauração, desportiva e de docentes/administrativa. Previu-se ainda a demolição integral do edifício do ginásio e dos cobertos exteriores. As estruturas novas são em betão armado, na generalidade, com excepção do novo polidesportivo coberto.

A intervenção de reforço estrutural visou essencialmente o reforço sísmico dos dois blocos de aulas, e a execução de uma nova cobertura para o pátio central. Os blocos de aulas, de natureza idêntica e constituídos por quatro corpos estruturais, foram convertidos num único corpo estrutural, através da eliminação das juntas de dilatação existentes, por aferrolhamento dos elementos estruturais adjacentes. O reforço sísmico do conjunto foi obtido pela introdução de paredes periféricas em betão armado, encostadas aos panos cegos de empena, pelo paramento exterior. As ligações destes elementos laminares às estruturas existentes foi garantida por aferrolhamento de varões, selados com grout e dispostos ao longo das vigas de bordadura. Os prumos metálicos que escoravam as lajes em consola que envolviam o pátio interior foram substituídos por novos pilares metálicos, servindo ainda para lançar a nova cobertura metálica sobre o pátio central destes blocos.

Outros projectos

Remodelação no Teatro Tivoli BBVA

Remodelação no Teatro Tivoli BBVA

Ver mais
Sapiens

Sapiens

Ver mais
Sede da Caixa Geral de Aposentações

Sede da Caixa Geral de Aposentações

Ver mais
Habitação Colectiva a Custos Controlados

Habitação Colectiva a Custos Controlados

Ver mais
Horta da Porta

Horta da Porta

Ver mais
Escola Secundária da Amora

Escola Secundária da Amora

Ver mais
Topo

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar a aceder a este website está a concordar com a utilização das mesmas. Para mais informações veja a nossa política de cookies.

Portugal 2020 / Compete 2020 / União Europeia - Fundo Europeu do Desenvolvimento Regional