Ampliação da ESEL – Pólo Calouste Gulbenkian

  • Localização: Lisboa, Portugal
  • Solução: Edifícios
  • Tipo: Reabilitação, Educação, Saúde
  • Arquitectura: G-F Arquitectos Associados
  • Cliente: Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior
  • Âmbito: Fundações e estruturas
  • Área: 5450m2
  • Projecto: 2005
  • Construção: 2010
  • Fotografia: G-F Arquitectos Associados
  • Ver no Google Maps

Ampliação da ESEL – Pólo Calouste Gulbenkian

  • Localização: Lisboa, Portugal
  • Solução: Edifícios
  • Tipo: Reabilitação, Educação, Saúde
  • Arquitectura: G-F Arquitectos Associados
  • Cliente: Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior
  • Âmbito: Fundações e estruturas
  • Área: 5450m2
  • Projecto: 2005
  • Construção: 2010
  • Fotografia: G-F Arquitectos Associados
  • Ver no Google Maps

A intervenção incluiu o reforço das estruturas existentes e permitiu a ampliação do edifício existente, inicialmente constituído por um piso térreo, dois pisos elevados, uma laje de esteira e cobertura inclinada de quatro águas.

O acréscimo conferiu-lhe mais dois pisos (pisos 3 e 4), sendo o piso 3 em estruturas de betão armado e o piso 4 em estrutura metálica.

Dos estudos realizados, resultou a necessidade e relevância de se proceder ao reforço das estruturas existentes, nomeadamente dos elementos verticais, independentemente de se concretizar, ou não, a ampliação, para as combinações da acção sísmica, à luz da regulamentação actual.

O reforço estrutural incidiu essencialmente sobre as paredes de alvenaria interior, que foram encamisadas com betão projectado, armado com malhas de aço distendido e conectores entre as duas faces do encamisamento. Desta forma, conseguiu-se melhorar o comportamento sísmico global do edifício, e aliviar substancialmente a solicitação sísmica sobre os pilares. No entanto, alguns pilares também foram reforçados com fibras de carbono para colmatar as deficiências de armadura transversal. Concluiu-se que não haveria necessidade de reforçar as fundações, constituídas por pegões em betão ciclópico, apoiados nas camadas resistentes do solo.

Outros projectos

Torre do Relógio da Amareleja

Torre do Relógio da Amareleja

Ver mais
Aldeia Solar

Aldeia Solar

Ver mais
Centro das Artes Casa das Mudas

Centro das Artes Casa das Mudas

Ver mais
Reitoria da Universidade Nova de Lisboa

Reitoria da Universidade Nova de Lisboa

Ver mais
Lisbon Stone Block

Lisbon Stone Block

Ver mais
Centro comercial dos Olivais

Centro comercial dos Olivais

Ver mais
Topo

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar a aceder a este website está a concordar com a utilização das mesmas. Para mais informações veja a nossa política de cookies.

Portugal 2020 / Compete 2020 / União Europeia - Fundo Europeu do Desenvolvimento Regional