Ampliação Hotel Mundial

  • Localização: Lisboa, Portugal
  • Solução: Edifícios
  • Tipo: Hotelaria e turismo
  • Promotor: Sociedade Hoteleira de Turismo, SOTELMO S.A
  • Arquitectura: J. Vasconcelos Marques, Arquitectos
  • Âmbito: Fundações e estruturas, redes de drenagem e abastecimento de águas
  • Área: 9000m2
  • Projecto: 2002
  • Construção: 2004
  • Fotografia: Site
  • Ver no Google Maps

Ampliação Hotel Mundial

  • Localização: Lisboa, Portugal
  • Solução: Edifícios
  • Tipo: Hotelaria e turismo
  • Promotor: Sociedade Hoteleira de Turismo, SOTELMO S.A
  • Arquitectura: J. Vasconcelos Marques, Arquitectos
  • Âmbito: Fundações e estruturas, redes de drenagem e abastecimento de águas
  • Área: 9000m2
  • Projecto: 2002
  • Construção: 2004
  • Fotografia: Site
  • Ver no Google Maps

O novo edifício, que corresponde à 3ª ampliação do Hotel Mundial, inaugurado em 1958, foi construído na continuidade do hotel existente. Apresenta dois pisos enterrados, sete pisos elevados e cobertura em terraço. As caves são destinadas a parqueamento e ocupam toda a área de implantação do terreno, exceptuando o topo Sul-Poente que é atravessado em viés pela Galeria do Metropolitano.

A presença próxima da linha do Metropolitano entre as estações do Martim Moniz e Rossio, é uma fonte de ruído e vibrações transmitidas pelos solos às estruturas adjacentes. Tratando-se de um hotel de categoria superior, em que as exigências de conforto acústico são muito elevadas, a solução adoptada para as fundações e estruturas inclui um sistema de isolamento acústico, estabelecido na base do edifício e nos encostos das lajes das caves e do piso de R/C aos muros de contenção.

Para a contenção periférica durante a escavação, adoptou-se um sistema de paredes moldadas, sem ancoragens, travadas com a laje do piso 0, que foi executada previamente à escavação (“Top-Down”). O uso desta técnica justifica-se pela impossibilidade de se realizar ancoragens do lado da Praça do Martim Moniz, devido à proximidade do parqueamento existente, e do lado da Rua Marquês do Alegrete devido à presença da Galeria do Metropolitano. As fundações são do tipo indirectas com barretas e estacas. A super-estrutura foi definida com lajes planas fungiformes aligeiradas e pré-esforçadas.

Outros projectos

Escola Secundária D. João de Castro

Escola Secundária D. João de Castro

Ver mais
Pousada Castelo Alcácer do Sal

Pousada Castelo Alcácer do Sal

Ver mais
Lapa 111

Lapa 111

Ver mais
Sede do BCI

Sede do BCI

Ver mais
Sede da Caixa Geral de Aposentações

Sede da Caixa Geral de Aposentações

Ver mais
Escola Secundária D. Pedro V

Escola Secundária D. Pedro V

Ver mais
Topo

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar a aceder a este website está a concordar com a utilização das mesmas. Para mais informações veja a nossa política de cookies.

Portugal 2020 / Compete 2020 / União Europeia - Fundo Europeu do Desenvolvimento Regional