Palácio Silva Amado

  • Localização: Lisboa, Portugal
  • Solução: Edifícios
  • Tipo: Habitação, Reabilitação
  • Promotor: IPOBI Lisboa
  • Arquitectura: Aires Mateus Associados
  • Âmbito: Demolições, escavação e contenção periférica (por Geotest), fundações e estruturas, redes de drenagem e abastecimento de águas
  • Área: 6700m2
  • Projecto: 2018-2020
  • Construção: 2020-2024
  • Fotografia: WSA
  • Construtor: HCI Construções
  • Ver no Google Maps

Palácio Silva Amado

  • Localização: Lisboa, Portugal
  • Solução: Edifícios
  • Tipo: Habitação, Reabilitação
  • Promotor: IPOBI Lisboa
  • Arquitectura: Aires Mateus Associados
  • Âmbito: Demolições, escavação e contenção periférica (por Geotest), fundações e estruturas, redes de drenagem e abastecimento de águas
  • Área: 6700m2
  • Projecto: 2018-2020
  • Construção: 2020-2024
  • Fotografia: WSA
  • Construtor: HCI Construções
  • Ver no Google Maps

A intervenção no Palácio Silva Amado venceu o Prémio Nacional de Reabilitação Urbana 2024, na Categoria Residencial.

Trata-se de um conjunto de dois edifícios, constituído pelo edifício do Palácio Silva Amado, de arquitectura residencial, classificado como imóvel de Interesse Público, e os antigos anexos do Palácio, dos quais apenas se mantiveram as fachadas. A sua construção remonta à segunda metade do séc. XVIII, tendo sido remodelado no séc. XIX e mais tarde, no séc. XX, após apropriação pelo Estado, quando foi ampliado com a construção de um novo edifício nos jardins. Estas construções caracterizam-se pelas paredes-mestras em alvenaria de pedra irregular argamassada, paredes interiores resistentes em alvenaria ou tabique e pavimentos e cobertura em estruturas de madeira.

No edifício do Palácio, previu-se a montagem de uma estrutura de contenção de fachadas, para permitir a demolição de paredes interiores e pavimentos, preservando-se todos os elementos com valor patrimonial, designadamente os átrios, as escadas em madeira e o torreão da escadaria central, todos objecto de restauro. A intervenção consistiu na recuperação das paredes degradadas e seu reforço com reboco armado, construção de novos pilares e paredes interiores em betão armado, na reconstrução de pavimentos em estrutura mista aço-betão e da cobertura em estruturas metálicas.

O edifício anexo, denominado Casa, do qual apenas restavam as paredes de fachada, foi ampliado com a introdução de duas caves, executadas com paredes de contenção tipo Berlim, apresentando ainda piso 0, dois pisos elevados e cobertura. Este edifício desenvolve-se em torno de um pátio onde se localiza a piscina. Os novos pavimentos são lajes fungiformes de betão armado, ou betão armado pré-esforçado. Na cobertura do piso 2 e nas fachadas voltadas para o pátio a estrutura é em aço.

Outros projectos

Casa de Manuel de Arriaga

Casa de Manuel de Arriaga

Ver mais
Sky ESCOM

Sky ESCOM

Ver mais
Lapa 111

Lapa 111

Ver mais
Salão de Banquetes da Presidência da República de Moçambique

Salão de Banquetes da Presidência da República de Moçambique

Ver mais
Biblioteca Municipal Luís de Camões

Biblioteca Municipal Luís de Camões

Ver mais
Museu Francisco de Lacerda

Museu Francisco de Lacerda

Ver mais
Topo

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar a aceder a este website está a concordar com a utilização das mesmas. Para mais informações veja a nossa política de cookies.

Portugal 2020 / Compete 2020 / União Europeia - Fundo Europeu do Desenvolvimento Regional