Cineteatro Capitólio

  • Localização: Lisboa, Portugal
  • Solução: Edifícios
  • Tipo: Reabilitação, Arte, cultura e desporto
  • Arquitectura: Alberto de Souza Oliveira
  • Cliente: Câmara Municipal de Lisboa
  • Âmbito: Fundações e estruturas, demolições e contenção de fachada
  • Área: 2600m2
  • Projecto: 2010
  • Construção: 2012-2016
  • Fotografia: Nelson Garrido / Rodrigo Cabral
  • Construtor: Habitamega
  • Ver no Google Maps

Cineteatro Capitólio

  • Localização: Lisboa, Portugal
  • Solução: Edifícios
  • Tipo: Reabilitação, Arte, cultura e desporto
  • Arquitectura: Alberto de Souza Oliveira
  • Cliente: Câmara Municipal de Lisboa
  • Âmbito: Fundações e estruturas, demolições e contenção de fachada
  • Área: 2600m2
  • Projecto: 2010
  • Construção: 2012-2016
  • Fotografia: Nelson Garrido / Rodrigo Cabral
  • Construtor: Habitamega
  • Ver no Google Maps

Projectado em 1929 pelo arquitecto Luís Cristino da Silva e inaugurado em 1931, foi um dos primeiros edifícios de betão armado construídos em Portugal. Apresentava-se como um inovador teatro, music-hall e cinema, agrupado a um grande salão de espetáculos interior, com palco e camarins anexos e a vertente de cinema sobre o terraço superior ao ar livre.

Ao longo de muitas décadas teve evolução nos seus usos e valências, mas atingiu um ponto de degradação muito relevante, particularmente após o seu encerramento. Até à sua reabertura, passaram-se cerca de 30 anos.

Para a obra de reabilitação, foi realizada uma extensa campanha de inspecção estrutural, tendo como objectivo a recolha da informação necessária para desenvolver o estudo da estabilidade do edifício. A inspecção consistiu no levantamento estrutural do edifício, bem como na avaliação das características dos materiais, por amostragem, recorrendo a ensaios laboratoriais e “in situ”.

A intervenção de reabilitação e reforço estrutural focou-se, principalmente, em metodologias de encamisamento da estrutura de betão armado, além de reforços de armaduras, adopção de chapas metálicas, selagens, entre outros.

A reabilitação do edifício foi Prémio Valmor de Arquitectura 2016.

Outros projectos

Ampliação da ESEL – Pólo Calouste Gulbenkian

Ampliação da ESEL – Pólo Calouste Gulbenkian

Ver mais
Escola básica Francisco de Arruda

Escola básica Francisco de Arruda

Ver mais
Palácio da Justiça de Vila Nova de Gaia

Palácio da Justiça de Vila Nova de Gaia

Ver mais
Escola Secundária Rainha D. Amélia

Escola Secundária Rainha D. Amélia

Ver mais
Sede do Banco Mais (actualmente Cofidis)

Sede do Banco Mais (actualmente Cofidis)

Ver mais
Escola Secundária Sá da Bandeira

Escola Secundária Sá da Bandeira

Ver mais
Topo

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar a aceder a este website está a concordar com a utilização das mesmas. Para mais informações veja a nossa política de cookies.

Portugal 2020 / Compete 2020 / União Europeia - Fundo Europeu do Desenvolvimento Regional