Clientes

Francisco Aires Mateus, Arquitectos, Lda
Área de actividade: Ateliê de Arquitectura
Obras Realizadas
Hotel Fontana Park
Localização: R. Engº Vieira da Silva n.º2, Lisboa
Arquitectura: Francisco Aires Mateus, Arquitectos, Lda
Data Projecto - Construção: 2005 - 2008
Descrição:

O estado de conservação da fachada do edificio que fazia frente para a Rua Eng.º Vieira da Silva apresentava diversas anomalias que faziam duvidar da sua integridade e estabilidade, a longo prazo e em especial durante o periodo de obra. Como o desenho desta se encontra classificado, foi proposta a sua demolição e reconstrução total, respeitando integralmente a geometria e reaproveitando todos os materiais originais que se encontrem em adequadas condições. Nesse âmbito, foi preservada em local definido pelo Dono de Obra a estrutura metálica treliçada que suportava o tecto na zona de pé-direito duplo do piso de entrada, e cujo desenho é contemporâneo dos edifícios industriais de meados do século XIX.

Por uma questão de diferenciação do uso do edifício, sendo parte destinada a habitação e outra a hotel, dividiu-se o conjunto em dois edifícios, cada um uma unidade estrutural, tendo designados por corpo A e B. O novo edifício é constituído por seis pisos enterrados, um piso térreo, sete pisos elevados e cobertura.

A estrutura vertical resistente do edifício é formada pelas paredes de betão armado, localizadas quase exclusivamente em torno das caixas dos elevadores e núcleo de escadas, e pelos pilares, de betão armado. Estes últimos serão dispostos numa malha tanto quanto possível regular, definindo vãos máximos correntes da ordem dos 6.8 m, integrados em paredes divisórias de alvenaria, evitando ficar aparentes. Na periferia do edifício, e acompanhando o desenvolvimento da fachada actual, serão construídos pilares de secção alongada que terão a dupla função de suportar as lajes de piso e dotar essas mesmas paredes do contraventamento necessário para responder adequadamente à acção dos sismos.

As lajes são, no geral, de betão armado, do tipo fungiforme maciças, apoiadas em muros ou pilares de betão armado na periferia, e nos alinhamentos interiores de pilares.

O pavimento sobre a zona de duplo pé-direito na entrada do hotel (que será a mesma da antiga Vila Almeida e que mantem a sua geometria e proporções) é suportado por quatro pilares metálicos, travados dois a dois no seu topo por duas treliças metálicas idênticas às originais que aqui se encontravam, dispostas transversalmente à fachada principal e desenvolvendo-se desde esta até à de tardoz.

Fechar